A Receita Federal apresentou na manhã desta quinta-feira, dia 1º, na sede do SESCAP-PR, em Curitiba, as novidades da Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) para empresários e a imprensa. O encontro é mais uma ação da parceria entre o SESCAP-PR e a Receita. Cerca de 80 empresários contábeis e profissionais da área acompanharam a palestra presencialmente, que foi transmitida ao vivo via facebook.

O presidente do SESCAP-PR, Mauro Kalinke, seguido do superintendente da 9ª Região Fiscal da Receita Federal, Luiz Bernardi, abriram os trabalhos. Na sequência, o auditor, Vergílio Concetta, fez a apresentação das principais novidades deste ano. De acordo com ele, a expectativa é receber 1.850.000 declarações no Paraná e uma das dicas principais é informar corretamente os rendimentos, inclusive os de rescisões contratuais, bolsas de estágio e rendimentos eventuais que não constem nos informes de rendimento.

Novidades

Uma das novidades, conforme Concetta, é na declaração de bens com a criação de campos específicos para informações complementares relacionadas a itens como Imóveis (data de aquisição; endereço; inscrição municipal (IPTU) e área do imóvel); Veículos (Renavam); Conta Corrente/Poupança (CNPJ da instituição financeira; agência e conta). Estes itens passarão a ser obrigatórios somente a partir da declaração realizada em 2019 – ano base 2018 - mas “é importante ir se familiarizando”, disse Concetta. Outra novidade do programa é a impressão do Darf de todas as cotas do imposto, calculando os valores de juros Selic para o respectivo vencimento e a exibição da relação percentual entre imposto devido e o total de rendimentos tributáveis. Também será obrigatória a informação do CPF para dependentes com oito anos ou mais, completados até 31/12/2017.

Em relação a Ganhos de Capital em Moeda Estrangeira, Concetta explicou que o programa GCME 2017 não foi preparado para calcular o imposto devido para o caso de ganho de capital tributável acima de R$ 5.000.000,00. “Nesses casos, a orientação foi para que o contribuinte comparecesse a uma unidade da Secretaria da Receita Federal do Brasil para calcular o imposto devido”, explicou. O auditor explicou, ainda, que o contribuinte deverá preencher as informações no programa GCME 2017 e exportar para o PGD IRPF 2018.

Após a palestra, as principais dúvidas dos empresários foram respondidas pelos integrantes da Receita.

Apresentações

A apresentação realizada pela Receita Federal com todos os detalhes sobre as novidades já está disponível para download. Acesse:

http://sescap-pr.org.br/arq_temp/sescap-novidades-IRPF2018.pdf

http://sescap-pr.org.br/arq_temp/sescap-outras-informacoes-apres-03-mar-18.pdf

Homenagem

O presidente do SESCAP-PR, Mauro Kalinke, aproveitou a oportunidade para homenagear o superintendente da 9ª Região Fiscal da Receita Federal, Luiz Bernardi, e o delegado, Edair Ribeiro da Silva, pela parceria entre as entidades ao longo de sua gestão. “Nosso relacionamento foi fortalecido nestes oito anos e sabemos que as portas da Receita estão sempre abertas ao SESCAP-PR, que se tornou um intermediário no contato com os profissionais da contabilidade”, afirmou Kalinke. O superintendente da 9ª Região Fiscal da Receita Federal, Luiz Bernardi, considera que foi construído um importante canal de comunicação com os profissionais da contabilidade e agradeceu a homenagem, assim como o delegado, Edair Ribeiro da Silva.

 Confira as FOTOS do evento