O SESCAP-PR promoveu nesta quarta-feira, dia 13, o curso Planejamento Tributário e Societário, em Maringá. O treinamento aconteceu no auditório do escritório regional da entidade. 

O instrutor do curso, o auditor aposentado da Receita Federal e Estadual, Shiguemassa Iamasaki, afirma que a carga tributária hoje representa mais de 35% do produto interno bruto (PIB) e por isso é fundamental que as empresas realizem uma boa gestão dos tributos. “Ao fazer o planejamento tributário a empresa com certeza ganhará competitividade, poderá consolidar a sua atividade dentre o cenário empresarial e permanecer no mercado cumprindo a sua missão”, apontou. 

Iamasaki tratou o tema utilizando vários exemplos práticos, entre eles situações de fusão, cisão e incorporação, diferenciação entre sonegação, evasão e elisão, além de erros que não podem ser cometidos. “O que abordamos no curso é essencial para que o profissional possa realizar o planejamento tributário com qualidade”, afirmou. 

Um dos principais assuntos abordados foi como constituir uma holding. Segundo o instrutor esse é um tema complexo e por isso nem todos conseguem realizar da forma correta. “Se bem executado, a constituição de uma holding representa uma economia tributária significativa, e dentro lei”, acrescentou. 

A contadora Rita de Cassia Fernandes, por exemplo, tinha dúvidas sobre o tema e com os conhecimentos adquiridos no curso acredita que está mais preparada para trabalhar com holdings. "O curso foi importante para que eu me sentisse mais segura", disse. 

Iamasaki também destacou a importância dos profissionais da área estarem sempre se atualizando sobre o tema. “As normas tributárias mudam praticamente todos os dias. No meu escritório, por exemplo, eu tenho uma equipe exclusiva para pesquisa sobre atualizações de leis e normas. O profissional que não se qualificar vai ser automaticamente segregado do mercado”, afirmou. 

O empresário contábil, Marcelo Scomparin, apesar de já conhecer o tema procurou o curso para se atualizar. “O palestrante trouxe diversos assuntos que eu não sabia, como reserva de usufruto, por exemplo”, disse.(Sodré Junior).