Para agilizar a emissão do alvará online, a Prefeitura de Maringá eliminou algumas etapas do processo de liberação e criou um mecanismo que desbloqueia automaticamente o alvará para atividades de alto risco.

De acordo com o diretor regional do SESCAP-PR em Maringá, Glicério Rampazzo, quando se tratava de atividade de alto risco (que depende de vistoria para liberação do alvará) era necessário enviar à Prefeitura email informando sobre o atual estágio do processo. “Esta parte foi eliminada”, disse Rampazzo, ao acrescentar que agora haverá um ganho de tempo, pois assim que concluída a consulta prévia já será possível concluir a solicitação do alvará.

Leia o documento da diretora de Fiscalização da Secretaria Municipal de Fazenda, Rosana de Lima Marson, informando sobre os novos procedimentos.

Baixo Risco

 O diretor Glicério Rampazzo antecipou que está em desenvolvimento, também, o desbloqueio automático do alvará para as atividades de Baixo Risco, que tenha pendência de acessibilidade. Tão logo seja concluído, a Prefeitura divulgará aos contribuintes.