A demora na concessão de alvarás foi tema de uma audiência pública na noite de terça-feira, 23, na Câmara Municipal de Foz do Iguaçu. O SESCAP-PR foi representado pela diretora Regina Lago Adams.

Também participaram da audiência representantes do Sindicato dos Contabilistas (Sincofoz), do Conselho Regional de Contabilidade (CRCPR) e da Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu (ACIFI ), além de representantes do Corpo de Bombeiros, da Associação de Arquitetos, Agrônomos e Engenheiros (AEFI) e do Sindicato da Habitação e Condomínios (Secovi).

Foi essa união de entidades que provocou a audiência pública, visando atender às necessidades dos empresários, os mais prejudicados com a burocracia nos órgãos públicos. A diretora regional do o SESCAP-PR, Regina Lago, afirmou que o principal entrave para reduzir o tempo de liberação de alvarás de licença e funcionamento é a falta de pessoal na Secretaria da Fazenda: hoje apenas quatro servidores atendem a demanda de mais de mil processos mensais.

O primeiro passo após a audiência pública será o encaminhamento da ata ao Ministério Público para análise e posteriores providências em buscas de soluções.