A assessoria de imprensa do futuro ministro da Economia Paulo Guedes confirmou que o economista Joaquim Levy será o novo presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A informação foi publicada na tarde desta segunda-feira (12/11).

Levy foi ministro da Fazenda durante o segundo mandato do governo Dilma Rousseff (PT), mas não chegou a completar um ano no cargo por divergências ideológicas com a baste do partido da ex-presidente. Segundo a assessoria de Guedes, o ex-ministro tem "extensa experiência em gestão pública". 

O economista é PhD na área pela Universidade de Chicago. Atualmente, é diretor financeiro do Banco Mundial. Como mostrou o Blog do Vicente. Ele nomeou representantes do Comitê de Financiamento e Garantia das Exportações (Cofig), que integra a Câmara de Comércio Exterior (Camex), responsável pela liberação dos polêmicos empréstimos de US$ 1,3 bilhão para a Odebrecht em Angola e na Venezuela.

Levy também foi secretário do Tesouro Nacional do governo Lula, quando o BNDES emprestou recursos às empreiteiras investigadas pela Operação Lava-Jato.

Fonte: Correio Braziliense