Principais Notícias

Grupo de Estudos em Maringá discute alterações do Simples Nacional

Publicado em 30/11/2017

O SESCAP-PR realizou nesta terça-feira, dia 28, a última reunião de 2017 do Grupo de Estudos Tributários (GET) em Maringá. No encontro, realizado no auditório do escritório regional da entidade, foi discutido o tema "Alterações no Simples Nacional para 2018”. 
A diretora regional do SESCAP-PR, Miriam da Silva Braz, acompanhou a reunião e destacou que acompanhar a legislação brasileira não é tarefa fácil. “Mas os associados do SESCAP-PR em Maringá têm a sua disposição grandes profissionais com quem podem contar, para a troca de informações e experiências. Esses profissionais participam mensalmente do Grupo de Estudos”, complementou. 

No encontro foram discutidas as dificuldades que os profissionais contábeis vão encontrar com as mudanças no Simples e quais as possíveis soluções. “O objetivo foi antecipar os possíveis problemas e buscar a melhor forma de orientar o cliente”, disse Miriam. 
Um dos assuntos discutidos foi que a partir do ano que vem algumas atividades serão tributadas pelo anexo 3 ou pelo anexo 5, e os profissionais precisam ficar atentos para não cometer erros nessa classificação. Segundo o coordenador do Grupo de Estudos, Nilson Fabiano Júnior, caso os salários forem superiores a 28% da receita bruta a atividade será tributada pelo anexo 3, e se inferiores a 28% será tributada pelo anexo 5. “Surgiu uma duvida se era referente aos últimos dozes meses ou se era mensal. Mas na legislação diz que é referente aos montantes pagos nos doze meses anteriores ao período de apuração”, explicou. 

Para a empresária contábil Rosemary Amarães a discussão do Grupo de Estudos é um complemento para os treinamentos que já realizou. “Quando faz um curso você recebe muita informação. Depois quando você processa essas informações é que surgem as dúvidas. E aqui no Grupo de Estudos você consegue esclarecer esses questionamentos”, relatou. (por Sodré Júnior)

 

 

 

 

s
  • Siga o SESCAP-PR
  Destaques