Contadores de Campo Mourão participaram nesta terça-feira, dia 19, do Seminário Regional Empresa Fácil. O treinamento, realizado pela Junta Comercial do Paraná (Jucepar), em parceria com o SESCAP-PR, aconteceu no auditório do Senac. 

A capacitação, que já foi realizada em várias cidades paranaenses, tem o objetivo de explicar o passo a passo do programa Empresa Fácil Paraná para profissionais envolvidos nos processos de registro de empresas. 

Durante o seminário os vogais da Jucepar apresentaram de forma detalhada o Manual de Procedimentos da Jucepar. O guia foi desenvolvido com base na Resolução 001.2017 da Jucepar que contempla cerca de 95% das exigências em processos empresariais. 

Segundo o vogal da Jucepar, Mauro Luiz Moreschi, se os profissionais seguirem as orientações passadas durante o treinamento o percentual de erros nos processos deve cair de forma considerável. “Nós passamos todas as dicas sobre como se deve proceder ao fazer a constituição ou alteração de uma empresa”, disse. 

Para o diretor do Instituto SESCAP-PR e relator da Jucepar, Gilson Strechar, os treinamentos, que estão sendo realizados desde maio do ano passado, já tem dado resultado. “A gente consegue perceber que muitos dos processos enviados já estão usando o manual. Antes a cada dez processos analisados em torno de 5 a 6 caiam em exigência. Hoje esse número caiu para 2 a 3”, relatou. 

Treinamento para os relatores

Na segunda-feira, dia 18, os vogais de Campo Mourão e cidades vizinhas, receberam um treinamento sobre como analisar os processos da mesma forma como já acontece na sede da Jucepar em Curitiba. “Tudo o que foi apresentado hoje para os usuários foi passado ontem para os relatores. A ideia é que os pareceres sejam uniformes”, explicou Moreschi. 

Empresa Fácil Paraná

Desde que o Paraná passou a integrar a Redesim (Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios), a Jucepar é a entidade responsável pela integração do sistema entre diferentes órgãos reguladores e licenciadores de empresas. Para isso, implantou o sistema Empresa Fácil Paraná, que desburocratiza as etapas e aumenta a velocidade dos procedimentos de registro. 

Para empresas consideradas de “baixo risco” o registro pode ser feito em algumas horas. Em casos mais complexos, requerer ou cancelar um registro empresarial leva apenas três dias úteis (dependendo o segmento e as autorizações necessárias). 

Desde que foi criado, no final de 2014, o Empresa Fácil Paraná já ajudou a abrir quase 100 mil empresas no Paraná.(Sodré Junior).