A campanha “Declare Certo! Declare com o Coração”, realizada no dia 13 de abril, em Cascavel, pelo escritório regional do SESCAP-PR e de maneira simultânea em outras cidades do Paraná, superou todas as expectativas e prestou orientação a mais de cem contribuintes durante oito horas ininterruptas na travessa Padre Champagnat, no Calçadão da Avenida Brasil, em Cascavel. A imprensa de Cascavel, por meio de tevês, rádios e jornais também marcou presença para divulgar o trabalho realizado pelo SESCAP-PR.

Todo o trabalho de orientação contou com a participação voluntária dos empresários do ramo contábil de Cascavel e Região. A maioria das dúvidas era relacionada à forma correta de preencher a declaração do imposto de renda e em quais casos ela passa a ser obrigatória.

A declaração é obrigatória para quem recebeu rendimento tributáveis de até R$ 23.499,15 no ano. A declaração é obrigatória também para quem recebe rendimentos isentos, como aposentados acima de 65 anos, de até R$ 40 mil no ano e agricultores com rendimento acima de R$ 117.495,88 ao ano ou que queiram compensar prejuízos de anos anteriores. O prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda expira no dia 30 de abril.

Neste ano, o destaque ficou por conta do Tributo à Cidadania, que visa o direcionamento de 3% do IR devido para o Fundo da Infância e da Adolescência. Em Cascavel, 11 entidades serão beneficiadas.

De acordo com o diretor regional do SESCAP-PR, Michel Vitor Lopes, o Declare Certo! mobiliza todo o Paraná e é uma campanha indispensável em uma época em que todos se dedicam ao preenchimento da declaração do Imposto de Renda. Ele também ressaltou a possibilidade de destinação de 3% do imposto devido para o Fundo da Infância e da Adolescência para as declarações feitas no modelo completo. “Mais que um dever, é um gesto de cidadania”, destacou o diretor Michel Vitor Lopes.

O presidente do CMDCA, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Pedro Martendal de Araújo, utilizou a APAE Cascavel como exemplo de destinação dos recursos do FIA. “A entidade adquiriu um carro e ainda contratou uma assistente social para atendimento às famílias dos alunos da APAE”. Já a representante do Lar dos Bebês, Rosângela Lewandowski, defende esse estímulo anual à destinação de uma porcentagem do imposto ao FIA. “O dinheiro fica aqui no município e beneficia várias entidades”.

Em Cascavel, estiveram presentes na campanha Declare Certo! Declare com o Coração! os representantes das seguintes entidades: Luiz Lançanova (Guarda Mirim), Maria Aparecida Aires Albino (assistente social da FAG), Rosaldo Chemin (Recanto da Criança) e Rosângela Lewandowski (Lar dos Bebês).