Mais uma vez, a cobrança do Imposto Sobre Serviço (ISS) foi pauta em Cascavel. Desta vez, representantes de entidades contábeis, dentre elas o SESCAP-PR, reuniram-se com os parlamentares para esclarecer um dos artigos do Projeto de Lei Complementar nº 9 de 2018 que, entre outras coisas, institui o recolhimento de valores fixos do ISS para os escritórios de contabilidade. A reunião aconteceu nesta terça-feira, 19, na Câmara Municipal.

As discussões acerca do anteprojeto se arrastam há meses e são acompanhadas de perto por uma comissão de trabalho formada por representantes de entidades contábeis. O vice-presidente do SESCAP-PR, Michel Lopes, e o diretor regional Diego Paim fazem parte do grupo que negocia com o Executivo municipal em busca de mudanças na cobrança do ISS na modalidade fixa para as sociedades profissionais, previstas no Decreto nº 14.009/2018.

A proposição, de autoria do Executivo, modifica a forma de recolhimento, que vinha sendo por alíquotas variáveis entre 2% e 5%. Os técnicos esclareceram dúvidas levantadas pelos vereadores Rafael Brugnerotto e Pedro Sampaio. A reunião foi conduzida pelo vereador Romulo Quintino, que é líder do Governo. Ouviram as explicações os vereadores Romulo Quintino (PSL), Parra (MDB), Policial Madril (PMB), Mazutti (PSL), Pedro Sampaio (PSDB) e os componentes da Comissão de Justiça e Redação, vereadores Jaime Vasatta (PTN), Josué de Souza (PTC) e Rafael Brugnerotto (PSB). Brugnerotto foi autor do pedido de adiamento por três sessões, aprovado em 11 de fevereiro, quando a matéria foi ao Plenário para primeira discussão.

O vice-presidente do SESCAP-PR, Michel Lopes, e o diretor regional Diego Maurício Paim Böttcher representaram a entidade. Técnicos da Secretaria de Finanças da Prefeitura também acompanharam a reunião e o projeto deve retornar à discussão em Plenário na próxima segunda, dia 25.

Representaram a classe contábil Jefferson Machado Bonfim, Juarez Paim da Silveira, Marcelo André Mertz, Michel Aparecido Lima, Rafael de Lorenzo, Ronaldo Cesar da Silva, Claudio Brunetto. Com informações da Assessoria de Imprensa/CMC.