Durante esta semana o Instituto SESCAP-PR promoveu o curso “Prevenção de Passivos Tributários” em várias cidades do Paraná. Em Umuarama o treinamento aconteceu na segunda-feira, dia 19, no auditório da Associação Comercial e Industrial (ACIU). Já em Cianorte, ocorreu na terça-feira, dia 20, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Em Arapongas o curso foi realizado na quarta-feira, dia 21, no auditório do Sindicato das Indústrias de Móveis (Sima).

Segundo o instrutor do treinamento, o advogado Roberto Goldman, devido às mudanças recorrentes na legislação trabalhista, é importante que os profissionais busquem atualização sobre o tema. “O curso ajuda na orientação do cliente. Com isso, eles vão ter uma proteção jurídica para não serem condenados na justiça do trabalho”, afirma.

Esse foi o motivo da auxiliar de escritório Adeliany Feitosa, de Umuarama, se inscrever no curso. Ela já conhecia o assunto, mas buscou a capacitação para se atualizar. “O tema chama bastante a atenção. Como trabalhamos com isso é importante estar ligado para evitar um passivo tributário”, disse.

Entre os assuntos abordados está a questão da justa causa. Segundo Goldman, existem empresas que não querem demitir por esse motivo. “Essas empresas precisam entender que se elas estão de acordo com a lei, elas devem aplicar justa causa, para dar exemplo ao mal funcionário. O bom empregado, não está preocupado e desenvolve seu trabalho, mas o mal deve ser punido”, explica.

Foi esse assunto que mais interessou a auxiliar administrativa Jackeline Cristiane De Souza Da Silva, de Arapongas. “O instrutor foi bem enfático nesse assunto. Ele disse que se tivermos como provar a justa causa, não corre o risco de haver reversão na justiça. Então achei bem interessante”, ressaltou.

O contador Henrique Pugin, de Umuarama, destacou a metodologia do palestrante como um diferencial do curso. “Ele abordou o tema de uma forma bem prática e o assunto também é muito interessante. Gostei bastante”, disse. (Sodré Júnior)